Quando apreciamos um bonsai pensamos em quanto tempo de trabalho esse bonsai levou para chegar a sua forma atual. Dentro das diversas técnicas aplicadas à arvore, todas devem ser realizadas com uma visão em longo prazo.Vejo muitas pessoas acelerando o processo de ramificações, sem pensar no futuro. Copas frondosas e galhos com muitas ramificações, que não são cuidadosamente mantidas com essa visão (paciência durante o processo), muitas vezes regridem e acaba sendo necessário o retorno ao desenho original, atrasando o que estava planejado para o futuro, como é o caso deste Pithecolobium Tortum apresentado neste artigo:

Este bonsai foi adquirido há pouco tempo pela loja Bonsai Leblon, um belo exemplar que levou alguns anos de trabalho para sua formação, como podem ver. Galhos grossos e bem ramificados, mas infelizmente mal conduzidos. Passei algumas horas removendo galhos cobertos e secos, corrigindo toda a estrutura para um crescimento mais suave com conicidade. Em mais alguns anos essa árvore estará de volta em boa forma. Repito: um exercício de paciência. Vejamos nas fotos um pouco deste trabalho.

Pithecolobium-01

Antes do trabalho;

  1. Galho muito abaixo e massa foliar afastada do tronco .
  2. Galho desproporcional e muito paralelo ao galho número 1 , perdendo o equilíbrio e harmonia da árvore.
  3. Galho muito abaixo e massa foliar afastada do tronco.
  4. Galho que faz ponte para a copa com massa foliar afastado do tronco.
  5. Um grande buraco sem massa foliar desequilibrando toda a estrutura da copa.

Pithecolobium-02

Após a desfolha integral da árvore, notamos diversos galhos secos devido à falta de luz solar e a má condução da poda.

Pithecolobium-03

Galhos longos e cruzando …. Devemos abrir os galhos para que a luz possa entrar em todas as ramificações . Pithecolobium-04Notem que saem 4 galhos do mesmo lugar , causando uma desproporção na ramificação perdendo a conicidade.

Isso acontece devido as gemas vegetativas que se encontram na base dos espinhos quando são despertadas nas podas, por isso é importante podar corretamente antes ou depois dos entre nós .
Neste caso corte dois galhos e deixe dois .

05

Entre nós muito longos devemos encurtar-los 06

Entre nós mais curtos. Sempre podando os mais longos e deixando os mais curtos para uma ramificação mais compacta.

07

Após algumas horas de trabalho e alguns arranhões dos espinhos , seguem o resultado final…
Espero que este post possa ajudar a todos vocês que curtem arte do Bonsai assim como eu.

Abraços e muita paciência !

(0)